Santa Casa completa 60 anos e diretoria faz balanço dos trabalhos atuais e projeções para o futuro


05/12/2017 20:12



Nesta sexta-feira, 8, a Santa Casa completa 60 anos de início do funcionamento, atualmente o hospital atende pacientes da região, com cerca de 134 mil moradores.

A Santa Casa de Misericórdia e Maternidade de Dracenacompleta nesta sexta-feira, 8, o 60º aniversário de fundação e a diretoria administrativa faz um balanço dos trabalhos atuais e também dos projetos futuros, que incluem ampliações de leitos e implantação de novos setores, como o de hemodinâmica para realização de procedimentos como cateterismos e angioplastia.

O superintendente Alessandro Mendes e os diretores Celso Santin, Celso Kashiura e Antônio Fávero informam que a arrecadação anual da Santa Casa gira em torno de R$ 20 a R$ 24 milhões e as despesas de custeio estão nessa média. Apesar de não sobrar dinheiro para investimentos, ressaltam que a unidade não possui dívidas.

O equilíbrio financeiro da Santa Casa a diferencia de grande parte dos hospitais do país que passam por dificuldades e acumulam dívidas. “Há 20 anos, de fato, o funcionamento estava comprometido, mas felizmente conseguimos colocar a unidade no equilíbrio econômico-financeiro”, explica Santin.

As arrecadações da Santa Casa compreendem 60% a 62% de repasses do Sistema Único de Saúde (SUS), 25% de convênios privados e de 1% a 2%, do Iamspe. A unidade recebe pacientes de 12 cidades, de Flora Rica a Panorama.

A Santa Casa é referência para os 12 municípios da região, com uma população aproximada de 134 mil habitantes. Casos mais complexos que não são possíveis de serem atendidos nas UBS dos municípios ou nos hospitais de referência primária de Panorama, Tupi Paulista e Junqueirópolis são encaminhados para Dracena.

A Santa Casa possui 153 leitos e uma nova ala com mais 20 está sendo construída.Para viabilizar novos investimentos, os diretoresressaltam as parcerias dos Poderes Públicos Municipal, Estadual e Federal e o apoio de deputados estaduais e federais em emendas que repassam verbas para o hospital.

Entre as mais recentes conquistas conseguidas, por meio de emendas parlamentares, a diretoria aponta R$ 250 mil do deputado federal Evandro Gussi, verba que aguarda a liberação, para recuperação da estrutura física do banco de sangue.

O deputado estadual Reinaldo Alguzconseguiu R$ 150 mil para instalação de um elevador (R$ 100 mil) ecompras de equipamentos (R$ 50 mil). Já por meio da venda da sede do XTC, foi repassado à santa casa R$ 650 mil, verba que está sendo usada na construção do novo pavimento (3º andar)com 20 leitos.

Os números de atendimentos e infraestrutura chamam a atenção, a UTI (nível 2), possui dez leitos.  Por mês, a Santa Casa registra 511 internações/mês, 41 mil exames laboratoriais e 3,2 mil exames de raio-X e ultrassonografia por mês.

A Santa Casa possui 340 funcionários, 83 médicos e 23 paramédicos. “Não há distinção de pacientes, do SUS, particular ou convênios, todos recebem o mesmo atendimento”, salientam os diretores.

“A Santa Casa tem contrato de gestão com o Ambulatório Médico de Especialidades (AME), que atende 17 municípios e uma média de 14 mil pacientes/mês em 25 especialidades, além de cirurgias.

PROJEÇÕES- A diretoria aponta as projeções de investimentos para a Santa Casa nos próximos anos que incluem as ampliações como o setor de hemodiálise que, das 14 máquinas atuais, deve subir para quase 30 que irá ampliar significativamente o número de atendimentos.

Além desse setor, também estão programados a implantação de setores de hemodinâmica, por um grupo de médicos de Presidente Prudente e de Oncologia, também por um grupo de médicos de Araçatuba. Para o setor de Oncologianão será preciso construção de nova ala, mas para o de hemodinâmica, sim,

CUIDADOS- A infecção hospitalar, de acordo com diretores é uma das principais atuações da santa casa. “Temos uma equipe responsável, com médico, farmacêutico, bioquímico, existe todo um cuidado em relação a isso, mensalmente a Vigilância Sanitária (Visa) faz vistoria, a questão de infecção hospitalar é levada muito a sério”, ponderam.

A Santa Casa também está preparada, de acordo com os diretores, para receberos alunos do curso de Medicina da Fundec para residência dos futuros médicos.

Fonte: Portal Regional

Foto: Jorge Zanoni


Nossos Parceiros