Operação Odin prende cinco pessoas suspeitas de envolvimento na tentativa de homicídio contra prefeito de Teodoro Sampaio


07/11/2018 12:11



Mandados de prisão temporária foram cumpridos na manhã desta quarta-feira (7) em três cidades da região. Polícia Civil realiza oitivas e prossegue com as investigações.

A Polícia Civil, a partir da Delegacia de Teodoro Sampaio, deflagrou nesta quarta-feira (7) a Operação Odin, que prendeu cinco homens suspeitos de envolvimento na tentativa de homicídio contra o prefeito Ailton César Herling (PSB), registrada no início de outubro. Um par de tênis também foi apreendido durante as ações.

Os fatos ocorreram na noite do dia 4 de outubro de 2018. Na data, Herling estacionava seu veículo na garagem da casa de seu pai e foi recebido a tiros por indivíduos que estavam no quintal. O prefeito revidou os disparos com sua arma particular. Ninguém se feriu.

Conforme explicou ao G1 o delegado que coordena os trabalhos, Edmar Rogério Dias Caparroz, na ocasião, os fatos foram registrados como tentativa de homicídio, mas a polícia não descarta que possa ter sido uma tentativa de roubo ou latrocínio.

Durante as apurações, os policiais civis identificaram um suspeito, em Teodoro Sampaio, e, a partir dele, chegaram aos outros quatro.

As investigações avançaram e cinco prisões temporárias foram decretadas, cumpridos nas cidades de Teodoro Sampaio (1), Presidente Prudente (03) e Regente Feijó (1). A Justiça também expediu sete mandados de busca domiciliar.

“A operação é o resultado de um intenso trabalho investigativo e do cotejamento de ferramentas tecnológicas que apontaram o envolvimento desses indivíduos com o crime investigado”, declarou o delegado.

Os presos deverão ser ouvidos ainda nesta quarta-feira (7), o que contribuirá para o esclarecimento das motivações do fato registrado em outubro. Todos possuem passagens pela polícia por crimes diversos, como tráfico de drogas, roubo e tentativa de homicídio, segundo contou o delegado ao G1.

Os mandados de prisão temporária têm o prazo de 30 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, se necessário. Neste período, as investigações continuarão.

Os cinco suspeitos, após oitivas, serão removidos à Cadeia de Presidente Venceslau.

A Operação Odin faz referência ao “Deus principal do clã dos deuses”, o “Pai de Todos” na mitologia nórdica, uma alusão ao cargo de prefeito.

A Polícia Civil apreendeu um par de tênis, escovas de dente e telefones celulares nas casas dos suspeitos.

A perícia vai constatar se as pegadas encontradas num terreno ao lado de onde aconteceu o confronto com o prefeito, são as mesmas do tênis apreendido na casa de um dos possíveis envolvidos.

Já as escovas de dente serão analisadas para confrontar material genético de objetos achados no local do crime, como bitucas de cigarro, por exemplo.

Fonte: G1


Nossos Parceiros