Internauta flagra funcionário público tirando "cochilo" em plena luz do dia. Site tem ganho de causa na justiça


29/11/2017 23:11



No dia 08 de março de 2017, o site www.jorgezanoni.com.br, publicou matéria com o título: INTERNAUTA FLAGRA FUNCIONÁRIO PÚBLICO TIRANDO "COCHILO" EM PLENA LUZ DIA. 

Esta mesma matéria além do site, foi publicada no Facebook pessoal e na Fan Page, onde repercutiu com um grande número de comentários da maciça maioria condenando a atitute do funcionário.

A ÍNTEGRA DA MATÉRIA:

Hoje (08) por volta de 10:00 Hs. um internauta flagrou e nos enviou essas fotos onde comprovadamente um funcionário de uma Secretaría estava tirando um "Cochilo". O fato foi registrado na rua Tupã nas proximidades da Escola Izaura Sampaio. Contra Imagens não há argumentos. Fica ai o alerta para que cada um faça o melhor, pois a população está de olho em tudo.

O funcionário ingressou com um processo de "Perdas e Danos, Danos Morais" contra o diretor do site Jorge Luiz Zanoni e o Jornal Interativo que replicou a matéria no mesmo dia.

Veja alguns tópicos da conclusão da juíza sra. Dra. Aline Tabuchi da Silva.

O pedido é IMPROCEDENTE.

O autor (funcionário) alega que as publicações das imagens, ofenderam sua honra, causando-lhe constrangimento. Aduz ainda, que a notícia é falsa e inverídica. 

De acordo com a matéria, verifica-se que as publicações não identificam o autor, limitando-se a informar que, durante a jornada de trabalho, um dos funcionários de uma das Secretarías do Municipio estava "cochilando" dentro de um veículo oficial da Municipalidade sem qualquer conteúdo pejorativo. Diante disso, não se verifica qualquer conduta abusiva pelos réus, não havendo ainda, informação de que a notícia era inverídica, ônus que caberia o autor (art.373, inciso I, do CPC). Nota-se que não houve qualquer extrapolação da "LIBERDADE DE IMPRENSA" que, diga-se de passagem, é direito assegurado na Constituição Federal. Referido direito apenas é limitado diante da intimidade, vida privada, honra e imagens de pessoas (art.5º incisos IX e X da Carga Magna. Não há qualquer comprovação do ânimo de difamar ou ofender a honra do autor. Verifíca-se que a reportagem possui o nítido interesse informativo. Consigno que, o fato da imagem do autor ter siso afetada, deu-se por SUA CULPA EXCLUSIVA. uma vez que se encontrava em uma situação qiue não se pode esperar de um funcionário público, fato este que não possui qualquer nexo de causalidade com qualquer ação ou omissão dos réus. De fato, os requeridos apenas divulgaram fatos de interesse público, não podendo alegar caráter vexatório o pejorativo. Por fim quanto a afirmação de que as publicações não são verídicas, caberia ao autor provar que não estava "COCHILANDO" no momento em que foi fotografado, contudo, no momento de especificar provas, sequer se manifestou nos autos.

A sentença transitou em julgado dia 20 de outubro de 2017 e foi concluída no dia 16 de novembro de 2017.

Esse cidadão, é funcionário da Prefeitura Municipal de Dracena, e presta serviços na Secretaria de Obras e Assuntos Viários, dos quais acreditamos que no mínimo tenha sido cobrado uma justificativa da situação que causou. Não tomamos conhecimento se teve alguma punição, mas isso cabe aos seus encarregados.

O site jorgezanoni.com.br, através de seu Diretor Jorge Luiz Zanoni, tem por meta honrar o "Slogan" que carrega desde o dia de sua fundação em 04 de Fevereiro de 2014, "A NOTÍCIA COM CREDIBILIDADE", nunca usando de artefatos para fazer sensacionalismo com quem quer que seja, primando sempre pela veracidade dos fatos, sempre documentados com imagens.

Agradecemos aos nossos milhares de leitores e aos parceiros que confiam e acreditam em nosso trabalho no dia a dia, e especialmente a "Justiça" que fez "Justiça" nos dando a condição da Livre Liberdade de Imprensa, imprensa essa que fazemos com seriedade, comprometimento e respeito dentro do que entendemos o que seja uma imprensa séria.

Que a decisão da Justiça, sirva para alertar aqueles que abusam de prerrogativas e poder, para ficarem atentos, pois não abaixaremos a cabeça, pelo contrário, nos sentimos mais fortes para ajudar combater quem não cumpre as leis ou acha que pode tudo. Queremos apenas e tão somente uma Dracena melhor.

Jorge Zanoni

 

 

 

 

 

 

 


Nossos Parceiros