Beleza e Saúde 08/06/19


08/06/2019 18:06



A obesidade e a sua relação com o diabetes tipo II.

Sabe-se que hoje um dos grandes problemas de saúde pública não apenas no Brasil, mas no mundo, refere-se a diabete melito, com projeção de atingir 366 milhões de pacientes até 2030, entre indivíduos insulino (DM tipo I) e não-insulino (DM tipo II) dependentes. Ela é responsável por mais de 2.5 milhões de mortes por ano no mundo e apresenta significante perda da expectativa de vida.
Dentre os fatores de risco para o DM-II destacam-se: excesso de peso; dislipidemia; hipertensão arterial; doença cardiovascular; antecedente familiar de diabete; diabete gestacional prévio.
Como a associação entre pacientes diabéticos e obesos é de grande importância, foram realizados estudos relacionando as doenças a um tratamento em comum, visando a estabilização e melhora do diabete com a redução de peso. Para isso foram realizadas técnicas operatórias relacionadas à disabsorção e restrição alimentar, visando primeiramente à perda de peso, que se encontra como umas das causas principais de nível elevado de glicemia.
As técnicas cirúrgicas bariátricas exercem melhora do diabete tipo II e o bypass gástrico com Y de Roux é a técnica mais realizada no Brasil e no mundo.


Dr. José Roberto Teixeira Jr.
Cirurgião Geral
CRM-SP 109.317 / RQE 45.623
(18) 3822-7027

Dr. João Paulo Senerini
Cirurgião Geral
CRM-SP 176.385 / RQE 72.767
(18) 3822-6022


Nossos Parceiros